Torne-se perito

Morricone vai compor a banda-sonora do novo western de Tarantino

O compositor italiano que criou a música para os western spaghetti de Sergio Leone chega finalmente ao Velho Oeste.

Foto
Morricone chegou a dizer que não gostou de Django Libertado, mas as pazes parecem feitas

O Natal vai ser sangrento outra vez, cortesia de Quentin Tarantino. The Hateful Eight, o seu novo western, tem estreia marcada para o dia de Natal nos Estados Unidos.

É uma história de vingança com a América esclavagista em pano de fundo, tal como o anterior Django Libertado (2012), e a banda-sonora vai ser assinada por Ennio Morricone, o compositor italiano que criou a música para os western spaghetti de Sergio Leone, como os clássicos O Bom, o Mau e o Vilão e Aconteceu no Oeste. Será a primeira vez em 40 anos que Morricone, 86, irá compor música para um western americano.

Tarantino tem incluído música de Morricone nas suas bandas sonoras desde Kill Bill 1, mas tratou-se quase sempre de trechos compostos para outros filmes. Os dois têm colaborado pontualmente e a banda sonora de Django Libertado chegou mesmo a ter uma canção, Ancora qui, feita propositadamente para o efeito. Mas The Hateful Eight promete uma novidade, até para Tarantino: será o seu primeiro filme a usar uma banda-sonora tradicional, criada originalmente, em vez de usar música pré-existente.

PÚBLICO -
Foto
O poster do novo filme de Tarantino The Hateful Eight

O que parece indicar que Tarantino e Morricone ultrapassaram o desentendimento que tiveram em 2013, depois de o compositor ter dito a estudantes de cinema em Roma que nunca mais voltaria a trabalhar com o realizador porque ele “põe música nos seus filmes sem qualquer coerência”. À Hollywood Reporter, Morricone declarou que não gostava de Django Libertado. “Sangue a mais”, disse. (Mais tarde, corrigiu-se, dizendo que tem “um grande respeito por Tarantino” e que fica feliz por ele escolher a sua música.)

A notícia foi revelada pelo próprio Tarantino na Comic-Con, a convenção anual da indústria de comics e afins em San Diego, onde o realizador mostrou sete minutos de The Hateful Eight. O filme conta com Samuel L. Jackson, Kurt Russell, Tim Roth e Michael Madsen, que já trabalharam em filmes anteriores de Tarantino, Jennifer Jason Leigh e o veterano Bruce Dern (Nebraska). O poster do filme foi revelado esta semana – e, sendo um filme de Tarantino, está salpicado de vermelho.

Sugerir correcção