Memorial aos Judeus Mortos da Europa

O novo e o velho anti-semitismo na Alemanha

É possível andar seguro com uma kippa em Berlim? É possível um judeu na Alemanha não ter medo? Como é que há ataques a judeus no país do Holocausto? Uma especialista em anti-semitismo, um rabino, um israelita e um judeu alemão falam com o P2 sobre o novo anti-semitismo alemão – ou será o velho?

A Alemanha lembra a sua História de modos grandes e pequenos: desde o grande memorial do Holocausto, os seus blocos cinzentos e o espaço árido mesmo junto ao edifício do Bundestag (Parlamento) em Berlim, a uma praça de Leipzig onde existiu uma sinagoga e que hoje tem uma escultura com filas de cadeiras, vazias, assinalando o que era e já não é, às Stolpersteine (pedras em que se tropeça), paralelepípedos dourados com a inscrição de nomes de pessoas que moraram nos locais onde são postas, com a data e o local da morte durante o Holocausto.