Casas evacuadas em Ovar “por precaução”

Incêndio no concelho de Ovar está a ser combatido por mais de 240 operacionais, com o apoio de 71 meios terrestres e sete aeronaves.

,Fogo
Foto
LUSA/NUNO ANDRÉ FERREIRA (arquivo)

O presidente da Junta de Freguesia de Válega, no concelho de Ovar, disse esta quinta-feira que cerca de 20 casas foram esta tarde evacuadas “por precaução” no lugar de Bustelo, devido ao incêndio que lavra desde as 12h49 no concelho. Jaime Duarte Almeida referiu à Lusa que “a GNR pediu às famílias para saírem das casas, por precaução” e que os moradores dessa zona do distrito de Aveiro “estão todos bem e o fogo não vai chegar lá porque já passou naquela zona, nas traseiras”.

A circulação na A1 entre os nós de Estarreja e Ovar já foi retomada, depois de ter estado temporariamente interrompida.

“Houve um constrangimento momentâneo devido à intensidade do fogo na freguesia de Válega [no concelho de Ovar], mas a circulação está normal”, afirmou à Lusa o comandante do CDOS de Aveiro, António Ribeiro, que comunicara o corte da A1 às 15h.

O incêndio em questão teve início às 19h20 e chegou a território contíguo do município de Santa Maria da Feira, mas pelas 16h15 estava confinado ao concelho de Ovar, sendo combatido por 240 operacionais, com o apoio de 71 meios terrestres e sete aeronaves, de acordo com a página da Protecção Civil.

Ainda segundo o CDOS, não há populações em risco, mas o fogo está a lavrar com alguma intensidade, devido às altas temperaturas que se fazem sentir na região.

Sugerir correcção