Documentário sobre Leonard Cohen e a sua musa Marianne abre Porto/Post/Doc

Marianne & Leonard: Words of Festival, de Nick Broomfield, passa a 23 de Novembro. Programa da secção Transmission, dedicada a documentários sobre a cultura pop, inclui também filmes de Mike Christie sobre os New Order e os Suede.

,Marianne
Foto
DR

Marianne & Leonard: Words Of Love, o documentário de Nick Broomfield sobre a relação de Leonard Cohen (1934-2016) com uma das suas musas, marca a abertura da próxima edição do festival de cinema documental Porto/Post/Doc, a 23 de Novembro, numa edição que vai dar destaque ao realizador britânico Mike Christie. A sessão integra a secção Transmission, dedicada a documentários focados na cultura pop, cuja programação foi anunciada esta quarta-feira.

Na secção Transmission deste Porto/Post/Doc, que decorre até 1 de Dezembro, vão ainda ter “estreia nacional” três dos mais recentes documentários de Mike Christie: Hansa Studios: By The Wall 1976-90, sobre os anos dourados de um dos mais conhecidos estúdios de gravação da cidade de Berlim, New Order: Decades e Suede: The Insatiable Ones, sobre as bandas homónimas.

A Transmission deste ano, que também vai dedicar um foco especial ao realizador lituano Audrius Stonys, vai ainda exibir Haut Les Filles, de François Armanet. Este documentário, sobre as figuras femininas da música rock francesa, conta com a participação de Charlotte Gainsbourg, Françoise Hardy ou Vanessa Paradis.

Outras das propostas da Transmission anunciadas esta quarta-feira são Berlin Bouncer, de David Dietl, que faz “uma viagem pela cultura clubbing da capital alemã, através das histórias de três seguranças de algumas das mais famosas discotecas da capital alemã”, e Ryuichi Sakamoto: Coda, realizado por Stephen Nomura Schible, sobre o compositor japonês.

Da produção nacional, vão passar os documentários Batida de Lisboa, de Rita Maia e Vasco Viana, um “documentário rodado nos subúrbios da capital e que procura dar a conhecer músicos e produtores de diferentes origens, de Angola a São Tomé, de Cabo Verde à Guiné-Bissau, bem como as suas batalhas identitárias”, e também Um Punk Chamado Ribas, de Paulo Miguel Antunes, e Punks Not Dread, de Tiago Afonso, ambos sobre figuras carismáticas da cena punk portuguesa: João Ribas (Censurados, Tara Perdida) e Punkito, respectivamente.

O Transmission passa este ano também por Braga, “com a apresentação de duas sessões no gnration: Batida de Lisboa, a 27 de Novembro, e New Order: Decades, no dia seguinte.

O Porto/Post/Doc realiza-se em vários espaços da cidade do Porto, nomeadamente no Cinema Passos Manuel e no Planetário do Porto.

A edição deste ano conta com o apoio da Câmara Municipal do Porto, do Instituto do Cinema e do Audiovisual (ICA), do Ministério da Cultura, e da Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes, entre outros parceiros.