Toquinho: “A minha ligação com a bossa nova é de filho para pai”

Um dos grandes nomes da geração pós-bossa nova, Toquinho regressa a Portugal para três concertos, em Lisboa e Porto. E tem um novo disco pronto a sair, A Arte de Viver.

,Violão
Foto
Toquinho em palco MÁRIO FERREIRA

Foi em Maio de 2018 que Toquinho esteve pela última vez em Portugal, numa digressão de salas cheias em Lisboa, Porto, Coimbra e Seixal, a pretexto da celebração dos seus 50 anos de carreira. Uma data que lhe diz menos do que a música, que nunca abandonou e que o leva a aprontar mais um disco de originais, a publicar ainda este ano. Agora regressa para mais três concertos, dois em Lisboa (7 e 8, no Tivoli BBVA, às 21h30) e um no Porto (Casa da Música, dia 9, às 21h). Com ele (voz e violão), estarão a jovem cantora Camilla Faustino, natural de Goiânia e muito elogiada pela crítica (lançou este ano o DVD Bossa Sempre Bossa, gravado ao vivo, com direcção de Marcos Maynard) e o exímio clarinetista e saxofonista Nailor Proveta.