A nova “guerra fria” vai subir ao palco em Lisboa

O programa tem Snowden e Huawei a abrir e a Casa Branca no encerramento. O 5G e a cibersegurança marcam o tom da edição 2019, que abre nesta segunda-feira.

Foto
A Administração Trump quer reforçar a voz dos EUA contra a Huawei e vai levar essa mensagem à Web Summit Tom Brenner/Reuters

Quase sem se dar conta, Lisboa vai ser anfitriã de um episódio da batalha entre os governos da China e dos EUA. Pequim e Washington travam há meses uma disputa em torno da presença de empresas chinesas no desenvolvimento da quinta geração de redes móveis (5G). E a intensa campanha de lobby que a Casa Branca tem levado para o terreno político, para tentar afastar o líder mundial, a Huawei, vai ter um emissário escolhido a dedo na Web Summit 2019, que abre nesta segunda-feira, em Lisboa.