Torne-se perito

Batalha jurídica arrisca atrasar em seis meses entrega de comboios na CP

A providência cautelar apresentada pelos espanhóis da CAF contra a decisão da CP de atribuir o primeiro lugar aos suíços da Stadler deverá impedir que os primeiros comboios sejam entregues em 2023.

Foto
Francisco Romao Pereira

A CAF – Construcciones y Auxiliar de Ferrocarriles apresentou em 28 de Dezembro ao Tribunal Administrativo e Fiscal de Lisboa uma providência cautelar que suspende o concurso público da CP para a compra de 22 novos comboios.