Entrevista

Isabel Camarinha, nova líder da CGTP: “Nós nunca fomos mansinhos”

A nova secretária-geral da CGTP insiste que a “uberização” é uma forma de trabalho “inaceitável”, defende prioridade para o aumento geral de salários e avisa que um Verão quente de contestação só depende do PS e do Governo.

Foto
Isabel Camarinha é a nova secretária-geral da CGTP DANIEL ROCHA

Não é tão assertiva como o antecessor, Arménio Carlos, mas mas vai fazendo os seus avisos ao Governo. Em entrevista ao PÚBLICO/Renascença, que pode ouvir hoje às 13h, Isabel Camarinha revela ainda que o número total de sindicalizados aumentou e salienta a “nova ferramenta” dos sindicatos.