Coronavírus: Bali declara estado de emergência, portugueses ainda retidos na ilha

A ilha indonésia de Bali, onde estão dezenas de turistas portugueses retidos à espera de conseguir viajar para Portugal, declarou o estado de emergência.

Coronavírus
Foto
Johannes Christo/Reuters

A ilha indonésia de Bali, onde estão dezenas de turistas portugueses retidos à espera de conseguir viajar para Portugal, declarou o estado de emergência, que determina medidas mais rígidas para conter a propagação da covid-19.

Entre as medidas, anunciadas pelo secretário regional da administração de Bali, Dewa Made Indra, contam-se mais controlos nas entradas e a imposição de uma quarentena de 14 dias a quem chegar à ilha.

A decisão foi tomada pelo governador de Bali, Wayan Koster, e teve em conta o aumento de casos do novo coronavírus, incluindo os primeiros de transmissão local. As autoridades registaram até ao momento 19 casos em Bali, onde ocorreu a primeira morte no país devido à covid-19.

“Perante a situação, a administração, a polícia, o exército Indonésio (TNI) e outros elementos podem realizar esforços mais rigorosos para impedir a covid-19”, disse Dewa Made Indra. “Isso é importante para dar mais protecção aos moradores de Bali”, afirmou, citado pelo jornal The Jakarta Post.

A província estava num nível de vigilância desde 16 de Março, tendo o estado de alerta aumentado perante o aumento de casos da doença na ilha, que depende do turismo.

Deaw Made Indra disse que as autoridades registaram três casos de contágio local, incluindo um enfermeiro, o que exige medidas adicionais de controlo.

A Indonésia tem actualmente um total de 1414 casos registados, com 122 mortes e 75 pessoas recuperadas.

Sugerir correcção