Trofa lança desafio para criação de arquivo sobre a pandemia da covid-19

A autarquia está a construir um arquivo relativo à pandemia do novo coronavírus, “garantindo um retrato informativo como legado às gerações futuras”.

,Portugal
Foto
PAULO PIMENTA

A Câmara Municipal da Trofa anunciou esta segunda-feira a criação de um arquivo específico relativo à pandemia. Integrado no Centro Digital de Informação Local (CDIL), o arquivo pretende registar e preservar a memória dos tempos de coronavírus, num “projecto pioneiro de valorização de documentação desta época”. Em comunicado, é destacada a importância da colaboração dos munícipes para esta construção colectiva.

“Também de momentos difíceis como a pandemia da covid-19 se faz a história da Humanidade.” Com este pensamento em mente, a autarquia lança o desafio aos trofenses, esperando poder contar com os seus testemunhos fotográficos, “garantindo um retrato informativo como legado às gerações futuras”. As fotografias que possam “ter relevo histórico no futuro retrato visual desta pandemia” podem ser enviadas para o email arquivo@mun-trofa.pt. É dado como exemplo a passagem do Compasso nas freguesias e que este ano, naturalmente, decorreu seguindo um procedimento diferente do habitual.

As fotografias devem ser acompanhadas de um texto a autorizar que fiquem sob custódia do Arquivo Municipal da Trofa, comprometendo-se a câmara a contactar os seus autores quando pretender utilizar estes documentos visuais. O arquivo vai ficar armazenado no CDIL e “tem como objectivo valorizar a necessidade de documentação deste momento único da história da humanidade, documentando, através de fotografias, a realidade registada pelos trofenses”. Até à meia-noite deste domingo, o concelho registou 129 casos de infecção por covid-19.

O CDIL “é um projecto informativo e cultural que pretende promover e valorizar a recolha e difusão de informação dispersa ou em risco de destruição, sobre o território que hoje constitui o concelho da Trofa”. Pretende-se, assim, reunir todo o tipo de documentação que esteja ligada ao concelho, independentemente do formato que assuma - documentos administrativos, fotografias, recortes de imprensa e testemunhos orais, entre muitos outros. No futuro, a câmara tem ainda a intenção de reunir todo o património arqueológico com origem na Trofa e actualmente disperso pelos museus do país.

Tanto as colecções já reunidas no CDIL como as futuras – incluindo a relativa à pandemia – podem ser consultadas no Arquivo Municipal da Trofa.

Texto editado por Ana Fernandes

Sugerir correcção