Pedro Marques propõe reforço do Fundo de Transição Justa para 18,75 mil milhões

Aumento do envelope global e revisão dos critérios de distribuição beneficiaria Portugal, que em vez de 80 milhões teria acesso a 235 milhões de euros.

comissao-europeia,economia,uniao-europeia,ambiente,alteracoes-climaticas,energia,
Foto
daniel rocha

O eurodeputado socialista, Pedro Marques, relator sombra da proposta legislativa para o novo Fundo de Transição Justa, defende um reforço significativo do orçamento dedicado a este instrumento de apoio à descarbonização da economia e transformação das regiões mais dependentes da exploração de recursos fósseis, e também uma alteração dos critérios de alocação das verbas, que levaria a um aumento da dotação para Portugal dos cerca de 80 milhões de euros previstos pela Comissão Europeia para os 235 milhões de euros.