Só cinco dos quase 2000 presos libertados na pandemia reincidiram no crime

Houve 34 reclusos que infringiram regras de saída precária e regressaram à prisão, aonde Ventura quer ver já todos os que ganharam licenças de 45 dias. Três pessoas libertadas preferiram voltar às celas.

politica,
Foto
paulo pimenta

Apenas cinco dos 1929 reclusos que beneficiaram das medidas de flexibilização das penas relacionadas com a pandemia de covid-19 regressaram à cadeia por terem voltado a cometer crimes. Segundo dados da Direcção-Geral da Reinserção e Serviços Prisionais, nenhum dos cinco reincidentes voltou à prisão por ter cometido crimes contra a vida. Todos foram apanhados a cometer crimes contra o património – furtos e roubos.