Mais de cinquenta concelhos em risco máximo ou muito elevado de incêndio

Pelo menos até sexta-feira vai manter-se o risco de incêndio muito elevado em vários concelhos do continente por causa do tempo quente. Doze distritos apresentam risco extremo de exposição à radiação ultravioleta (UV). Temperaturas chegam aos 40ºC no início desta semana.

,Bombeiro
Foto
, Paulo Pimenta,Paulo Pimenta

Os concelhos de São Brás de Alportel, Tavira, Alcoutim e Castro Marim, no distrito de Faro, apresentam esta segunda-feira um risco máximo de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

O IPMA colocou também em risco muito elevado de incêndio mais de meia centena de concelhos dos distritos de Faro, Beja, Santarém, Castelo Branco, Portalegre, Viseu, Vila Real e Bragança.

Segundo o IPMA, pelo menos até sexta-feira vai manter-se o risco de incêndio muito elevado em vários concelhos do continente por causa do tempo quente. Este risco de incêndio determinado pelo IPMA tem cinco níveis, que vão de reduzido a máximo. Os cálculos são obtidos a partir da temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

Por causa do tempo quente esperado para os próximos dias, o IPMA colocou sob aviso amarelo os distritos de Braga, Vila Real, Bragança, Guarda, Castelo Branco, Portalegre, Évora e Beja entre as 09h desta segunda-feira e as 18h de quarta-feira.

A subida das temperaturas deve-se a uma massa de calor oriunda do norte de África, que vai afectar a Península Ibérica no início desta semana.

O aviso amarelo é emitido pelo IPMA sempre que existe uma situação de risco para determinadas actividades dependentes da situação meteorológica.

O IPMA prevê para esta segunda-feira no continente céu pouco nublado ou limpo, apresentando-se temporariamente muito nublado no litoral a norte do Cabo Raso até final da manhã.

Está também previsto vento fraco a moderado do quadrante norte, soprando por vezes forte na faixa costeira ocidental, em especial durante a tarde, e nas terras altas até início da manhã e a partir do final da tarde. A previsão aponta ainda para possibilidade de formação de neblina ou nevoeiro matinal em alguns locais do litoral a norte do Cabo Raso e subida de temperatura, em especial da máxima e nas regiões norte e centro.

As temperaturas mínimas no continente vão oscilar entre os 14 graus Celsius (na Guarda e em Braga) e os 23 (em Faro) e as máximas entre os 25 (em Aveiro) e os 39 (em Beja).

Doze distritos em risco extremo de exposição aos raios UV

Doze distritos de Portugal continental apresentam esta segunda-feira risco extremo de exposição à radiação ultravioleta (UV) e o resto do país está com níveis muito elevados, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

Em risco extremo estão os distritos de Vila Real, Bragança, Viseu, Guarda, Coimbra, Castelo Branco, Santarém, Portalegre, Setúbal, Évora, Beja e Faro. Para estes distritos com risco extremo, o IPMA recomenda que se evite o mais possível a exposição ao sol.

O IPMA colocou também em risco muito elevado de exposição à radiação UV os distritos de Viana do Castelo, Braga, Porto, Aveiro, Leiria e Lisboa, o arquipélago da Madeira e dos Açores, com exceção da ilha das Flores (Grupo ocidental), que está com níveis elevados.

Para as regiões com risco muito elevado, o IPMA recomenda a utilização de óculos de sol com filtro UV, chapéu, t-shirt, guarda-sol, protector solar e evitar a exposição das crianças ao Sol.

O cálculo é feito com base nos valores observados às 13h de cada dia relativamente à temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

Sugerir correcção