BE negociou com o PS excluir dos apoios empresas controladas por offshores

Segundo o BE, a bancada socialista comprometeu-se a aprovar parte da proposta contra paraísos fiscais, mas não a norma que impõe limites a empresas portuguesas que têm entidades nesses territórios.

panama-papers,fisco,economia,impostos,ministerio-financas,panama,
Foto
Miguel Feraso Cabral

O grupo parlamentar do Bloco de Esquerda (BE) negociou com a bancada do PS, e diz contar com o apoio dos socialistas, para deixar de fora das ajudas públicas de resposta à covid-19 as empresas controladas por entidades sediadas em territórios considerados paraísos fiscais pelo Estado português.