S. Bento Residences: o vizinho da estação já recebe hóspedes

Com um projecto de arquitectura de Nuno Grande, que dividiu opiniões, propõe 16 apartamentos turísticos pensados para “estadias de curta e média duração” ao lado da histórica estação do Porto.

camara-porto,fugas,patrimonio,arquitectura,porto,turismo,
Fotogaleria
São Bento Residences Alexander Bogorodskiy
camara-porto,fugas,patrimonio,arquitectura,porto,turismo,
Fotogaleria
São Bento Residences Alexander Bogorodskiy
Residências São Bento
Fotogaleria
São Bento Residences DR
camara-porto,fugas,patrimonio,arquitectura,porto,turismo,
Fotogaleria
São Bento Residences DR
camara-porto,fugas,patrimonio,arquitectura,porto,turismo,
Fotogaleria
São Bento Residences DR
,Sala de estar
Fotogaleria
São Bento Residences DR
camara-porto,fugas,patrimonio,arquitectura,porto,turismo,
Fotogaleria
São Bento Residences DR
,Janela
Fotogaleria
São Bento Residences DR
camara-porto,fugas,patrimonio,arquitectura,porto,turismo,
Fotogaleria
São Bento Residences DR

Quem por ele passa não lhe fica indiferente e o projecto levantou diversas polémicas. A dois passos da Estação de São Bento, o edifício inaugurado oficialmente este mês começou a receber os primeiros hóspedes, depois dos meses de espera a que a pandemia obrigou. Anunciado pelos promotores como “potencial candidato ao Prémio Nacional de Reabilitação Urbana de 2020” na categoria ‘turístico’, ou uma “ponte conceptual entre o século XVIII e o século XXI”, o S. Bento Residences nasce de uma ruína.

O projecto, assinado por Nuno Grande, “adapta-se, simultaneamente, à frente setecentista da Rua do Loureiro, à escala oitocentista da Praça Almeida Garrett (em frente à estação de São Bento), e ao gesto novecentista que liderou o rasgamento da Avenida D. Afonso Henriques”, nas palavras do arquitecto. Neste encontro de épocas e estilos, o antigo e o contemporâneo preenchem-se, pretendendo dar uma nova vida a esta esquina emblemática do centro histórico do Porto.

Resultado da reabilitação de uma frente de edifícios da Rua do Loureiro e da criação de um “volume" em “betão aparente”, que funciona como fachada voltada para a Avenida D. Afonso Henriques, o S. Bento Residences surge como um “bloco monolítico”, com janelas e varandas exteriores que proporcionam uma vista directa para a praça da Estação de São Bento.

PÚBLICO -
Foto

“Entre os dois volumes existe uma ‘fenda’, a toda a altura do edifício, que delimita a zona de recepção e de acesso aos diferentes apartamentos”, conforme se lê no comunicado de imprensa. No piso térreo do edifício, abre-se para a rua, e com esplanada, um espaço de restauração do grupo The Good Burger, um espaço independente.

Mas, para lá da arquitectura, também o conforto é um conceito de destaque neste novo aparthotel, inaugurado a 1 de Julho. Constituído por 16 apartamentos turísticos, o S. Bento Residences foi pensado para “estadas de curta e média duração”. Assim, surgem apartamentos (residências) com três tipologias diferentes: Studio, Studio Superior (ambos para duas pessoas e um berço) e One Bedroom Apartment, para quatro pessoas e dois berços.

Uma noite no S. Bento Residences ronda os 125 euros para o Studio, 165 euros para o Studio Superior e 168 euros pelo One Bedroom Apartment.

O aparthotel abriu com selo Clean & Safe, garantindo todas as condições de segurança. O uso de máscara é obrigatório nos espaços comuns por parte de todos os colaboradores e hóspedes e foi preparado um kit de boas-vindas para os visitantes.

Texto editado por Luís J. Santos

Sugerir correcção