Em apenas 12 horas a GNR apanhou 603 em excesso de velocidade e 50 alcoolizados

A Guarda Nacional Republicana levou a cabo um conjunto de operações esta madrugada, tendo detectado 790 infracções.

drogas,seguranca-rodoviaria,transito,sociedade,gnr,crime,
Foto
A GNR esteve nas estradas para levar a cabo um conjunto de operações de fiscalização e segurança rodoviária Rui Gaudencio

A Guarda Nacional Republicana (GNR) levou a cabo um conjunto de operações, em todo o território nacional, entre as 20 horas de sexta-feira e as 8 horas de sábado.

Em apenas 12 horas foram detectadas 790 infracções, destacando-se, por exemplo, 603 condutores em excesso de velocidade e 50 com excesso de álcool.

De acordo com um comunicado desta força de segurança, foram ainda detectadas 32 infracções por falta de inspecção periódica obrigatória, 27 por uso indevido do telemóvel no exercício da condução, 19 por falta ou incorrecta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças, 13 relacionadas com tacógrafos e oito por falta de seguro de responsabilidade civil obrigatório.

No que diz respeito à sinistralidade, a GNR registou 29 acidentes, destacando-se dois feridos graves e oito feridos leves.

Também em 12 horas, a GNR apreendeu ainda 26 doses de haxixe, seis doses de cocaína, quatro doses de cannabis e três armas brancas.

Foram ainda detidos 46 em flagrante delito: 32 por condução sob o efeito do álcool, cinco por condução sem habilitação legal, três por resistência e coacção, três por violência doméstica, um por desobediência, um por ofensa à integridade física simples e um por posse de arma proibida.

Sugerir correcção