PJ faz maior apreensão de heroína registada na Madeira

Mulher foi detida com dez quilos de droga, quantidade que corresponde a aproximadamente 120 mil doses.

Fotografia de uma apreensão de heroína
Foto
Fotografia de uma apreensão de heroína Rui Gaudência/Arquivo

A Polícia Judiciária anunciou esta terça-feira ter desmantelado “um circuito relevante” de abastecimento de droga à Região Autónoma da Madeira, detendo uma mulher em flagrante delito na posse de dez quilos de heroína, a maior apreensão desta droga no arquipélago.

Em causa está a “Operação Pico Ruivo”, levada a cabo pela Polícia Judiciária (PJ) através do Departamento de Investigação Criminal da Madeira e desencadeada no passado fim-de-semana, após uma investigação de quatro meses.

Na operação, refere o comunicado da polícia, foi detida uma mulher de 55 anos, residente na zona da Grande Lisboa, “em flagrante delito, na posse de cerca de dez quilos de heroína, momentos depois de ter desembarcado no Aeroporto da Madeira”.

“Trata-se da maior apreensão de heroína registada na Região Autónoma da Madeira, sendo a quantidade apreendida susceptível de corresponder a aproximadamente 120 mil doses individuais”, refere o comunicado.

A detida foi presente às autoridades judiciárias competentes, para interrogatório, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva, a mais gravosa.

As investigações prosseguem a cargo da Polícia Judiciária.

Sugerir correcção