Há quase 80 anos que não se marcavam tantos golos em Itália

A Série A recuperou uma vocação ofensiva que já não se via desde os anos de 1940, só perdendo na média de golos por jogo para a Bundesliga.

futebol,desporto,
Foto
Ciro Immobile foi o melhor marcador da Série A, com 36 golos REUTERS/Massimo Pinca

Uma das ideias-feitas do futebol é a vocação defensiva do futebol italiano. Não é uma fama totalmente injustificada. Afinal, Itália foi a pátria do “catenaccio” e é o país onde nasceu um defesa que venceu a Bola de Ouro (Fabio Cannavaro). E o país onde os guarda-redes jogam para lá dos 40 anos (Buffon tem 42 e ainda vai para mais uma época). Mas é uma ideia desactualizada. A verdade é que não se marcavam tantos golos na Série A italiana há 70 anos e, em termos de média de golos por jogo, a principal divisão do “calcio”, que foi a última a desconfinar entre as “big 5”, apenas perdeu para a Bundesliga.