Desde Fevereiro de 2004 que não havia tão pouca água em Alqueva

Enquanto aumenta a área regada, sobe o risco de se começar a ter de contar as gotas de água na grande albufeira. Os efeitos da escassez não são para já, mas adivinham-se para dentro de cinco anos.

agricultura,guadiana,alentejo,ambiente,barragens,agua,
Foto
Rui Gaudencio

Desde Fevereiro de 2004 que Alqueva não apresentava uma cota tão baixa no seu nível de armazenamento: 144,51 metros acima do nível do mar. O boletim de armazenamento das albufeiras, publicado nesta terça-feira pelo Serviço Nacional de Informação de Recursos Hídricos (SNIRH), refere que no final de Julho o volume de água em Alqueva atingia os 2646 hectómetros cúbicos (hm3), correspondentes a 63,8% do seu nível de pleno armazenamento (NPA) que é de 4150hm3.