Catarina Martins: BE não faltará à responsabilidade das presidenciais

Coordenadora dos bloquistas não considera a possibilidade de apoiar uma eventual candidatura de Ana Gomes.

eleicoes-presidenciais,bloco-esquerda,ana-gomes,marisa-matias,catarina-martins,politica,
Foto
Catarina Martins disse que tem falado das presidenciais com Marisa Matias Pedro Fazeres

A coordenadora do BE, Catarina Martins, afirmou nesta quarta-feira que o seu partido “não faltará” à responsabilidade de contribuir para uma candidatura presidencial de esquerda na campanha e eleições de Janeiro de 2021.

“Falo muitas vezes com a Marisa Matias” e sobre este tópico “também”, assumiu, quando questionada sobre a possibilidade de a eurodeputada voltar a ser o nome escolhido pelos bloquistas para concorrer a Belém, em entrevista por videoconferência à revista semanal Visão.

A líder bloquista considerou “muito importante que haja uma candidatura de esquerda, forte, que seja portadora do projecto para defender quem vive do seu trabalho, para defender o Serviço Nacional de Saúde (SNS)” e, “seguramente, o BE não faltará à necessidade desse caminho”.

Colocada perante a hipótese de apoiar a embaixadora Ana Gomes numa eventual candidatura, Catarina Martins praticamente descartou essa via.

“Não se sabe sequer se Ana Gomes será candidata. É uma pessoa pela qual tenho um enorme respeito. Mas inscreve-se numa tensão interna dentro do PS e num enorme incómodo que se compreende pela forma como o PS irá ou não apoiar Marcelo Rebelo de Sousa e como tudo foi feito. Claramente, o BE não faltará a essa responsabilidade [uma candidatura da esquerda]”, concluiu.

Sugerir correcção