Juan Carlos de Borbón: o epílogo

O exílio do Borbón (e esperemos que o não passe entre nós) vem mostrar que a Monarquia – juntamente com a unidade nacional, duas das opções centrais de 1978 – continua um problema em aberto.

Afonso XIII, o último Borbón que reinou antes de Juan Carlos, fugiu de Espanha dois dias antes da proclamação da República, em 1931. Nunca mais pôde regressar. É o que provavelmente acontecerá com este último, agora que se precipita o maior escândalo judicial que, em várias décadas, implica um antigo monarca europeu. Como circula impenitente a narrativa histórica do rei bom que, depois de ter cumprido um papel histórico, fez uns quantos disparates que não devem pôr em causa a Monarquia que foi recriada à medida dele, vale a pena recordar umas quantas coisas básicas.