O planeta-anão Ceres tem um mundo oceânico no seu interior

Ao analisarem dados da sonda Dawn, da NASA, equipas de cientistas perceberam que as manchas brilhantes na cratera Occator podem ser assim devido a água salgada vinda do interior de Ceres.

ciencia,sistema-solar,planetas,nasa,investigacao-cientifica,espaco,
Foto
Cratera Occator, onde existem manchas brilhantes com sal NASA/JPL-Caltech/UCLA/MPS/DLR/IDA

Investigações anteriores já tinham revelado que havia um oceano global no planeta-anão Ceres. Esta segunda-feira chegaram-nos novidades do actual estado desse oceano através de sete artigos científicos nas revistas Nature Astronomy, Nature Geoscience e Nature Communications. Esses artigos sugerem que parte desse oceano sobreviveu e que está por baixo da superfície, sugerindo que Ceres tenha um mundo oceânico no interior. Também se propõe que o planeta-anão esteve geologicamente activo num passado recente ou que pode mesmo continuar a estar. Estas conclusões chegam-nos devido à análise de dados recolhidos pela sonda Dawn, da NASA.