PSP retira 28 cães sem registo ou vacinas de barracões em Lisboa

Animais foram recolhidos pela Casa dos Animais, onde lhes serão prestados cuidados para poderem mais tarde ser adoptados.

animal,animais,direitos-animais,noticias,sociedade,lisboa,
Foto
Daniel Rocha/Arquivo

Vinte e oito cães foram retirados pela PSP na terça-feira de barracões em Lisboa, onde também vivia a proprietária, e posteriormente recolhidos pela Casa dos Animais, onde lhes serão prestados cuidados para poderem mais tarde ser adoptados.

Em comunicado divulgado esta quarta-feira, o Comando Metropolitano de Lisboa da PSP revela que os 28 cães, alguns dos quais crias, foram retirados de barracões localizados na freguesia da Penha de Franca, “que também são a residência da proprietária”, na sequência de uma denúncia remetida para o email que a polícia tem para esse efeito (defesanimal@psp.pt).

Após a recepção da denúncia, a PSP apurou que “a proprietária mantinha os animais sem ter procedido ao seu registo, vacinação e desparasitação”.

“Apesar da situação precária de habitabilidade, os canídeos não apresentavam sinais de desnutrição e/ou desidratação, contudo, os animais encontravam-se com parasitas e não estavam nem registados, nem vacinados”, é referido na nota.

Os animais foram, depois, recolhidos pela Casa dos Animais de Lisboa, “onde lhes serão prestados os devidos cuidados, por forma a que venham a ser responsavelmente adoptados, facto para o qual a proprietária não se opôs”, é acrescentado.

Sugerir correcção