Pio-Pardo: Famalicão estreia Festival de Observação da Natureza

De 3 a 6 de Setembro, o Festival Pio-Pardo convida-nos a admirar a passagem pelo concelho dos “ilustres convidados” com asas. Para toda a família, há passeios, exposições e várias actividades.

familia,aves,vila-nova-famalicao,criancas,fugas,ambiente,
Fotogaleria
CM Vila Nova de Famalicão
familia,aves,vila-nova-famalicao,criancas,fugas,ambiente,
Fotogaleria
CM Vila Nova de Famalicão
familia,aves,vila-nova-famalicao,criancas,fugas,ambiente,
Fotogaleria
CM Vila Nova de Famalicão
familia,aves,vila-nova-famalicao,criancas,fugas,ambiente,
Fotogaleria
Uma imagem partilhada pela Pateiras do Ave - Paisagem Protegida Local

“Conseguir observar uma felosa-musical ou um cartaxo nortenho a voar por Famalicão nem sempre é fácil, mas a probabilidade aumenta por estes dias”, garante a câmara de Famalicão. Para ajudar, aí está o primeiro festival de observação de natureza do concelho, marcado para uma “altura em que se assiste ao pico da passagem migratória destas e de outras aves pelo território nacional”.

O certame, de 3 a 6 de Setembro, é dedicado à “passagem destes ‘ilustres convidados'” pelo concelho. E o festival é baptizado de Pio-Pardo, uma expressão que por vezes é utilizada para buscas de seres mais imaginários do que as aves (algo como a caça aos gambozinos).

O programa inclui “saídas de campo, actividades científicas, palestras e exposições que têm como tema a natureza das Pateiras do Ave, uma paisagem protegida localizada na freguesia famalicense de Fradelos”, informa a autarquia em comunicado.

As saídas para observação de aves, “inclusive de aves nocturnas”, são complementadas com outras iniciativas, como uma saída de campo para escutar morcegos, observação de borboletas nocturnas e de insectos e actividades de anilhagem cientifica.

Haverá ainda “exposição de fotografia alusiva às aves migratórias que passam na área de estudo das Pateiras do Ave”, além de uma palestra sobre a influência das aves no mercado vinícola em Portugal (5 de Setembro) e, uma oficina de construção de instrumentos rudimentares em que se “procura reavivar a tradição da construção das buzinas que se tocam durante a Queima do Galheiro, por altura do Carnaval” (no dia 6).

PÚBLICO -
Foto
O cartaz oficial DR

Programa completo no site da autarquia, mais informações e inscrições: pateirasdoave@famalicao.pt. Actualizações sobre o evento também no Facebook de Pateira do Ave – Paisagem Protegida.

Sugerir correcção