Fotogaleria

Dois mortos e um ferido grave na terceira noite de violência em Wisconsin

O norte-americano negro Jacob Blake foi baleado à queima-roupa e pelas costas por um polícia. 

Kenosha, Wisconsin EPA/TANNEN MAURY
Fotogaleria
Kenosha, Wisconsin EPA/TANNEN MAURY

Duas pessoas morreram e uma ficou ferida com gravidade esta terça-feira após confrontos nas ruas de Kenosha, no estado do Wisconsin, EUA. É o balanço da terceira noite de protestos, em Kenosha e noutras cidades, depois de Jacob Blake, norte-americano negro, ter sido baleado por sete vezes por um polícia, pelas costas e à queima-roupa, no domingo.

Um adolescente de 17 anos foi esta quarta-feira detido pelas autoridades de Illinois por ser suspeito de matar duas pessoas durante os protestos em Kenosha.

 

Blake está paralisado da cintura para baixo e “a lutar pela vida”. “Precisa de um milagre para voltar a andar”, disseram os advogados da família. Pai de seis filhos, Jacob Blake foi baleado à queima-roupa e pelas costas por um polícia que o seguiu, de arma apontada, até ao momento em que tentou entrar numa carrinha.

Kenosha, Wisconsin
Kenosha, Wisconsin Reuters/BRENDAN MCDERMID
Kenosha, Wisconsin
Kenosha, Wisconsin Reuters/STEPHEN MATUREN
Kenosha, Wisconsin
Kenosha, Wisconsin EPA/TANNEN MAURY
Kenosha, Wisconsin
Kenosha, Wisconsin Reuters/STEPHEN MATUREN
Kenosha, Wisconsin
Kenosha, Wisconsin Reuters/STEPHEN MATUREN
Los Angeles
Los Angeles EPA/CHRISTIAN MONTERROSA
Los Angeles
Los Angeles EPA/CHRISTIAN MONTERROSA
Kenosha, Wisconsin
Kenosha, Wisconsin Reuters/BRENDAN GUTENSCHWAGER
Kenosha, Wisconsin
Kenosha, Wisconsin Reuters/BRENDAN MCDERMID
Kenosha, Wisconsin
Kenosha, Wisconsin Reuters/BRENDAN GUTENSCHWAGER
Kenosha, Wisconsin
Kenosha, Wisconsin Reuters/BRENDAN MCDERMID
Kenosha, Wisconsin
Kenosha, Wisconsin Reuters/BRENDAN MCDERMID
Kenosha, Wisconsin
Kenosha, Wisconsin Reuters/BRENDAN MCDERMID
Kenosha, Wisconsin
Kenosha, Wisconsin Reuters/STEPHEN MATUREN
Kenosha, Wisconsin
Kenosha, Wisconsin EPA/TANNEN MAURY
Kenosha, Wisconsin
Kenosha, Wisconsin EPA/TANNEN MAURY
Sugerir correcção