Tribunal da Relação avalia recurso de polícias de Alfragide com parecer de Rui Pereira

O ex-ministro da Administração Interna, penalista, assinou parecer pro bono que instala a dúvida sobre se é possível julgar o uso excessivo da força pela polícia. Relação irá decidir sobre recursos de ambas as partes, polícias e jovens da Cova da Moura, num julgamento que tem três sessões este mês.

Julgamento na primeira instância decorreu no Tribunal de Sintra
Foto
Julgamento na primeira instância decorreu no Tribunal de Sintra Rui Gaudencio

Em Dezembro, o Ministério Público (MP) respondeu negativamente ao recurso interposto pelos advogados dos seis jovens da Cova de Moura, que queria penas mais duras para os oito agentes da Esquadra de Alfragide, condenados em 2019 pelo Tribunal de Sintra maioritariamente a penas suspensas por agressão e sequestro de seis jovens da Cova da Moura, alguns membros da direcção da Associação Moinho da Juventude.