Iggy Pop junta-se à PETA para “libertar” macacos dos laboratórios

O cantor de punk rock, Iggy Pop, doou a sua canção Free para um vídeo de sensibilização da PETA sobre o sofrimento dos macacos usados em experiências científicas. As imagens podem chocar os mais sensíveis.

O “padrinho do punk”, como Iggy Pop é conhecido, ofereceu a música Free para um vídeo que revela as condições dos macacos enjaulados para experiências científicas, que se tentam libertar em vão. “Toda gente consegue ver o sofrimento e terror nos olhos destes macacos”, contou à Billboard. “Ninguém deveria ter de sofrer assim.”

A campanha da organização People for the Ethical Treatment of Animals (PETA) inclui imagens captadas em investigações feitas às experiências de Elisabeth Murray, do National Institutes of Health (NIH). A organização classifica-as como “dolorosas, invasivas e fatais”, ao causarem lesões cerebrais permanentes nos primatas. O vídeo inclui também gravações das experimentações de confinamento solitário conduzidas pela investigadora Melinda Novak da Universidade de Massachusetts-Amherst; dos testes da empresa Covance; e das experiências de abuso infantil no laboratório, agora fechado, do NIH em Maryland.

“Assim que a PETA ouviu a música Free do Iggy Pop soubemos que era perfeita para realçar o sofrimento dos macacos capturados e atormentados em laboratórios”, explicou a porta-voz da organização, Moira Colley, à Billboard. “Felizmente, o Iggy é tão bondoso quanto carismático e concordou imediatamente em deixar-nos usar a música, depois de ver as nossas gravações perturbadoras dos macacos traumatizados”, prossegue.

“Todos os anos, milhões de animais são sujeitos a experiências cruéis e dolorosas. Como tu, os animais querem ser livres”, pode ler-se no fim do vídeo, cuja banda sonora remete exactamente para a questão da liberdade (Free, do álbum homónimo lançado em 2019). As palavras simples de Iggy Pop, que repete I want to be free, servem de fundo para as imagens impactantes recolhidas pela organização.

Esta não é a primeira colaboração do artista com a PETA: em 2017, protagonizou um vídeo animado sobre o que pensam os animais de estimação enquanto dormem, em colaboração com Nick Cave; no mesmo ano, escreveu uma carta ao reitor da Universidade de Yale, apelando para que terminassem as experimentações em pássaros; e em 2011 apoiou a organização na luta contra a caça anual de focas bebés no Canadá.

Em Junho deste ano, também a artista sueca Tove Lo colaborou com a PETA para uma campanha contra a compra de animais de estimação, Adopt, Don’t Shop. No mesmo mês, Paul McCartney partilhou o seu desejo de aniversário através da organização — o de mais pessoas aderirem a uma dieta sem carne. No passado, também artistas como The Black Keys e SIA doaram músicas para campanhas.

Texto editado por Amanda Ribeiro

Sugerir correcção