Grândola renova rede de percursos pedestres: mais de 180 km de caminhadas

Município aposta na valorização do Turismo de Natureza e vai receber fundos europeus para renovar percursos e criar novos. No projecto estão também cinco estações de serviço de BTT e aposta no geocaching.

grandola,fugas,alentejo,setubal,turismo,ambiente,
Fotogaleria
Pela serra CM Grândola
grandola,fugas,alentejo,setubal,turismo,ambiente,
Fotogaleria
Por Tróia CM Grândola
grandola,fugas,alentejo,setubal,turismo,ambiente,
Fotogaleria
Rio Sado CM Grândola
grandola,fugas,alentejo,setubal,turismo,ambiente,
Fotogaleria
CM Grândola
,?Okina
Fotogaleria
Pela lagoa de Melides CM Grândola
Alentejo Litoral
Fotogaleria
Pela lagoa de Melides CM Grândola

Uma candidatura de Grândola ao quadro de fundos europeus Portugal 2020 foi aprovada e “vai permitir ao município a valorização do produto Turismo de Natureza no território através da qualificação e alargamento da rede de percursos pedestres”, confirmou a autarquia.

O projecto, explica-se em nota à imprensa, passa pela “qualificação e alargamento da rede de percursos pedestres”. Incluem-se aqui a “criação de novos percursos” e a “reestruturação/requalificação dos já existentes”. No total, são 13 percursos no concelho, “perfazendo mais de 180 km”.

Além da preparação dos caminhos ou a sinalética, haverá também as “respectivas áreas de descanso/abastecimento dotadas de equipamentos que permitam aos amantes da prática uma maior fruição do espaço natural”.

PÚBLICO -
Foto
Vão ser novados percursos e criados novos CM Grândola

Ao longo das rotas, garante a autarquia, serão ainda instaladas cinco estações de serviço de BTT e, no Ecoparque Montinho da Ribeira, será instalado um WC com “acesso universal a utilizadores de mobilidade reduzida”. 

O geocaching, espécie de caça ao tesouro dos tempos modernos, “será também uma componente presente em toda a rede de percursos”, assim como haverá uma renovada aposta na observação de aves: será instalado um “segundo abrigo de observação de aves junto à Lagoa de Melides, um importante ponto de residência e passagem de aves migratórias, consistindo um dos mais importantes ecossistemas do concelho”.

A autarquia quer ainda lançar o Guia de Natureza de Grândola e uma app onde se incluirá toda a informação turística, do património à gastronomia e incluindo a rede de percursos pedestres.

“Valorização do Património Natural – Percursos Pedestres” representa um investimento de mais de 245 mil euros e tem comparticipação assegurada de 75% via Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional – FEDER.

Sugerir correcção