Jamila Madeira: “Fiquei muito surpreendida com a opção”

Confirmando que não pediu para sair do Governo nesta mini-remodelação, a antiga líder da Juventude Socialista vai regressar à Assembleia da República e ocupar o seu lugar de deputada.

Jamila Madeiraabandona o Governo e vai assumir o lugar de deputada no parlamento
Foto
Jamila Madeira abandona o Governo e vai assumir o lugar de deputada no Parlamento LUSA/ANTÓNIO COTRIM

Jamila Madeira, que esta quarta-feira foi exonerada do cargo de secretária de Estado adjunta da Saúde, já reagiu ao seu afastamento do Governo, esclarecendo que não pediu para abandonar o Governo e que ficou “muito surpreendida” com a decisão. “Naturalmente fiquei muito surpreendida com a opção da senhora ministra da Saúde”, afirmou a ex-governante numa resposta enviada por escrito nesta quinta-feira à RTP. O PÚBLICO tinha avançado que Jamila Madeira saía por exigência de Marta Temido.

A ex-secretária de Estado adjunta e da Saúde, que foi já substituída por António Lacerda Sales, até agora secretário de Estado da Saúde, afirma que sai do Governo de “consciência tranquila de missão cumprida” com a certeza de que fez tudo o que estava ao seu alcance “num ano particularmente inédito”.

Na nota, a antiga líder da Juventude Socialista deseja “votos” de sucesso ao Governo de António Costa com quem revela ter tido “muito orgulho em trabalhar”. Espera ainda que “tudo continue a correr pelo melhor” para o país.

Já esta tarde, questionada sobre a surpresa de Jamila Madeira durante o briefing do Conselho de Ministros, a ministra Mariana Vieira da Silva recusou fazer comentários.

Jamila Madeira vai regressar ao Parlamento para cumprir o seu mandato de deputada.

Na mini-remodelação que o primeiro-ministro fez, além de Jamila Madeira, outros quatro secretários de Estado deixaram o executivo. De acordo com a lista que o primeiro-ministro propôs ao Presidente da República, abandonam funções governativas Susana Amador, que deixa a secretaria de Estado da Educação; Ana Pinho, que tutelava a secretaria de Estado da Habitação; Alberto Souto, até agora secretário de Estado das Comunicações; e José Apolinário, que saiu da secretaria de Estado das Pescas para se canidatar à presidência da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve.

Os novos secretários de Estado tomam posse na tarde desta quinta-feira, em Belém.

* Notícia actualizada às 14h50 com a ministra da Presidência a recusar comentar a saída de Jamila Madeira.

Sugerir correcção