Foto

Megafone

Ser Voluntário… no Centro Comunitário São Cirilo

Queres fazer voluntariado mas não sabes por onde como começar? A rubrica Ser Voluntário dá uma ajuda.

Área Geográfica: Porto
Tema: Reintegração social

Uma recomendação da Bolsa do Voluntariado, uma iniciativa da Entreajuda

O Centro Comunitário São Cirilo é uma instituição particular de solidariedade social (IPSS) focada na capacitação para a autonomia de pessoas e famílias, migrantes e nacionais, em idade activa e em situação de fragilidade social, promovendo a sua integração através de projectos de vida construídos com os próprios.

Começou com o objectivo de acolher e integrar muitos dos imigrantes que chegavam a Portugal em condições difíceis (estadia na rua, dificuldades de integração na cultura e na língua, falta temporária de emprego ou de retaguarda económica), sendo que a crise dos últimos anos fez com que o Centro alargasse a sua acção, passando, além de migrantes, a acolher e apoiar também cidadãos nacionais igualmente necessitados, sempre com o objectivo de ajudar à sua reintegração social.

O Centro disponibiliza um conjunto de serviços de atendimento, e formações para os utentes, fazendo o acompanhamento regular em gabinete das pessoas e famílias que estão a ser apoiadas. No âmbito da sua actuação, o Centro fornece apoio em almoço e cabazes alimentares familiares, também com Projecto de Vida de ajuda à reintegração social, disponibiliza serviço de alojamento temporário com 18 camas e gabinetes de atendimento gratuitos em várias áreas: apoio social, psicologia, emprego, jurídico e formações transversais, como forma de treino de competências. 

Qual o impacto do Centro Comunitário São Cirilo?
Até 2019, o Centro Comunitário São Cirilo já tinha prestado apoio a 7959 utentes de 124 nacionalidades, totalizando cerca de 110 mil refeições distribuídas, 12 mil cabazes alimentares e 530 colocações profissionais.

Como posso ajudar?
O Centro Comunitário São Cirilo procura voluntários para apoiar nas seguintes áreas:
- Ensino à distância de Português I e II para pessoas em idade activa de várias nacionalidades;
- Apoio no transporte de alimentos entre lojas doadoras e o Centro.

O que precisam de mim?
No que diz respeito ao ensino à distância, existe preferência por quem tenha experiência no ensino e domine as tecnologias. A ideia é iniciar as aulas partir de dia 6 de Outubro. A partir de dia 22 de Setembro, os novos voluntários que se mostraram disponíveis serão contactados para entrevista.

Pretende-se que o voluntário/a se disponibilize uma ou duas vezes por semana em horário fixo, que pode ser de manhã, à tarde ou pós-laboral. Será o voluntário a definir o horário e o tempo de cada aula, à distância, através do zoom ou de outra plataforma gratuita escolhida pelo voluntário.

Sugerir correcção