Remodelação fez-se com quem tem estado mais perto

Pedro Nuno Santos propôs a Costa dois ex-chefes de gabinete para secretários de Estado e reforçou o seu peso no Governo.

primeiroministro,remodelacao-governamental,habitacao,saude,politica,pescas,
Foto
Pedro Nuno Santos é um putativo candidato à liderança do PS Rui Gaudencio

A remodelação governamental que o primeiro-ministro fez esta semana a nível de secretários de Estado acontece menos de um ano depois das eleições legislativas e abrange, em plena pandemia de covid-19, o Ministério do Saúde - o sector a propósito do qual António Costa dizia há uns meses, referindo-se à directora-geral, que não se mudavam generais a meio de uma batalha. Por outro lado, é uma remodelação que vive muito da “prata da casa”, de pessoas que já estavam ou tinham estado neste executivo. Assim, não é fácil ver nesta remodelação um sinal de grande abertura e vigor político.