moda,empresas,empreendedorismo,inovacao,educacao,economia,
Nelson Garrido
Entrevista

José Neves: “Eu tive muita sorte. E aprendi muito. É o momento de começar a partilhar”

O fundador da Farfetch diz estar preocupado com o país neste momento de crise e afirma que é preciso transformá-lo numa “sociedade do conhecimento”.

Dois anos depois de ver a empresa estrear-se na bolsa de Nova Iorque, José Neves está onde não tem passado muito tempo: Portugal. Recebe o PÚBLICO, e uma série de outros órgãos de comunicação portugueses, num espaço de eventos numa zona nobre do Porto, onde horas depois se rodeará de caras muito conhecidas da moda, da alta finança, da música, da política, do mundo empresarial. A festa é só online, porque a pandemia assim o exige, o que não belisca a razão que levou will.i.am, Naomi Campbell e António Horta Osório, entre outros, de se associarem ao lançamento dos primeiros projectos da fundação criada pelo pai da Farfetch.