BE identificou 1382 casos de abusos laborais e pede mais poder para ACT

A 25 de Março, o BE lançou uma plataforma de recolha de denúncias de abusos laborais. Seis meses depois, o partido apresenta um balanço e insiste na protecção dos direitos laborais, pedindo mais poder e inspectores para a ACT.

act,autoridade-condicoes-trabalho,trabalho,empresas,politica,governo,
Foto
José Soeiro adiantou ao PÚBLICO algumas das conclusões que serão apresentadas este domingo Pedro Fazeres

Durante seis meses, o BE reuniu milhares de denúncias de abusos laborais por parte das empresas em relação aos trabalhadores mais vulneráveis ao impacto da pandemia. Nas palavras do partido, os resultados são “o retrato da irresponsabilidade patronal”. O balanço será feito neste domingo, em Aveiro, numa sessão pública que contará com a presença da líder bloquista, Catarina Martins. Em declarações ao PÚBLICO, José Soeiro, que também apresentará as conclusões dos dados recolhidos, avança que o partido confirmou 1382 casos de abusos laborais.