Politécnico de Portalegre teve um crescimento de 61% nos colocados

Na primeira fase do Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior (CNAES) foram colocados 352 estudantes correspondendo a uma ocupação global de 60% das vagas a concurso.

,Aluna
Foto
daniel rocha

O Politécnico de Portalegre (PP) é a instituição de ensino superior público com o maior crescimento relativo, com 61% de aumento em comparação com o ano passado, salientou em comunicado.

Na primeira fase do Concurso Nacional de Acesso ao Ensino Superior (CNAES) foram colocados 352 estudantes correspondendo a uma ocupação global de 60% das vagas a concurso. Em nota, o PP afirma que “há a destacar a ocupação total (ou praticamente total) de vagas de um número significativo de cursos e um crescimento generalizado na procura das licenciaturas ministradas em Portalegre e Elvas”.

Nos dois cursos de regime pós-laboral, a situação é diferente. Nesta primeira fase do concurso nacional, não foram registados colocados. No entanto, os mesmos contam já com uma taxa de ocupação relevante devido a outros regimes de ingresso como o concurso de âmbito local para candidatos Maiores de 23 anos.

A somar aos colocados nas licenciaturas na primeira fase do CNAES, há ainda as colocações através de outros regimes de ingresso, ou seja, candidatos provenientes de concursos especiais como o CTeSP, M23 e os Estudantes Internacionais que segundo o PP “perfazem já mais de 500 estudantes”. 

O Politécnico aguarda agora pelos resultados dos concursos locais e especiais e também da segunda e terceira fase do CNAES, cujos resultados serão conhecidos no decorrer do mês de Outubro.

Em nota, pode ainda ler-se que “para garantir as adequadas medidas de segurança, a que a pandemia obriga, apenas em casos excepcionais o processo acontecerá presencialmente”, desta forma, o processo de matrículas irá ser feito em formato online.

Foram colocados nos estabelecimentos de ensino superior do Alentejo 1857 novos estudantes que se irão dividir entre a Universidade de Évora, Politécnico de Portalegre e o Politécnico de Beja.

Na UÉ e no PP, o curso de enfermagem foi o que registou um maior número de colocados e no PB foi o curso de Serviço Social que teve mais alunos colocados na primeira fase do CNAES.

Texto editado por Ana Fernandes

Sugerir correcção