Uma em cada cinco denúncias de violência na intimidade é feita por testemunhas

Estudo europeu, com enfoque em Portugal e noutros três países, desmonta factores que levam uma testemunha de violência na intimidade a interferir ou a virar as costas.

Foto
Carla Carvalho Tomás/Arquivo

Os amigos e os familiares desempenham um papel maior do que os vizinhos ou os colegas de trabalho. Em Portugal, uma em cada cinco (21%) denúncias de violência nas relações de intimidade é apresentada por testemunhas. O que faz com que uma pessoa decida “meter a colher”?