Restaurante Sicario fecha portas em Matosinhos e abandona o mar “turbulento” da pandemia

Sem perspectivas de melhorias, o restaurante mexicano de Matosinhos encerra actividade. Para os colegas da restauração, fica uma mensagem de “resiliência e perseverança”.

Foto
"Até sempre", a imagem de despedida do Sicario

Ainda há pouco visitávamos o Sicario, a propósito das tradições e celebrações do Día de Muertos mexicano. Agora, é tempo de noticiar a “morte” deste restaurante, sem espaço para celebrações.

Inaugurado em Agosto de 2019, o restaurante Sicario Taqueria Mexicana, tal como sucedeu a toda a restauração, viu o seu percurso tornar-se atribulado poucos meses depois. Face ao primeiro confinamento instituído em Portugal, em Março, encerraram provisoriamente. Entretanto reabriram, readaptando-se às condicionantes impostas pela pandemia de covid-19.

Porém, em comunicado partilhado na página oficial de Facebook, a administração confessa não conseguir manter o estabelecimento aberto perante as mais recentes restrições impostas. Assim, afirmam que o contexto atípico que se vive os conduziu à “difícil decisão de encerramento do Sicario Taqueria Mexicana”. 

Embora atribulado, o percurso percorrido em Matosinhos – cidade onde o restaurante se encontrava, foi gratificante. Recentemente foi nomeado e premiado na categoria de Restaurante e Bar do Ano em Portugal pelos Prestige Awards. Na página oficial, contabilizam ainda quase dois mil seguidores e, em comunicado, a administração afirma o restaurante como uma “referência gastronómica da cidade”.

Ao longo dos 16 meses que se mantiveram em funcionamento, incluindo o período de interrupção no primeiro confinamento português, ocupou o 12º lugar do restaurante portuense mais reservado através do Zomato e marcou presença no top 50 de restaurantes em Matosinhos pelo Tripadvisor. 

Porém, “com o anúncio das novas regras de confinamento, a administração do Sicario vê-se forçada a encerrar, de forma definitiva, ao público”, explicam em comunicado, reagindo às novas medidas para controlar a pandemia, com fortes restrições para o funcionamento dos restaurantes.

A gestão do Sicario ressalva ter lutado para manter o estabelecimento aberto, mas sem esperança de melhorias, fecham portas. Ainda assim, terminam com uma mensagem de força aos restantes operadores do sector da restauração, desejando “que a sua resiliência e perseverança permitam navegar o turbulento período que o sector atravessa”.