Confinar com os livros

Leiam também o Eduardo Lourenço, que está vivo nos seus livros. Desejo Festas Felizes e um Ano Novo melhor do que este que agora termina.

Não será um Natal normal aquele que se avizinha, mas, para o tornar tão normal quanto possível, mantenho o meu hábito de recomendar uma dúzia de livros publicados recentemente entre nós. Para amenizar o confinamento podem ser bons presentes a familiares ou amigos, mas também podem ser auto-ofertas Estabeleci cinco grupos – por ordem alfabética, Ciência, História, Poesia, Política e Romance – e, em cada um deles, escolhi três livros, que ordenei por ordem alfabética do apelido do autor. Não querendo ser descortês para com autores que me deram o benefício da sua companhia, incluí dois livros em que participo. Deixo breves comentários a seguir a cada um dos títulos.