Directora do Serviços de Estrangeiros e Fronteiras a prazo

Parlamento vai ouvir ministro da Administração Interna e directora do SEF sobre o assassinato do cidadão ucraniano no aeroporto de Lisboa.

Foto
Cristina Gatões é a directora do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras Miguel Manso

267 dias depois da morte de um cidadão ucraniano no aeroporto de Lisboa, a directora do SEF, Cristina Gatões, continua no cargo. Provavelmente não será por muito tempo. Segundo o PÚBLICO apurou junto do Ministério da Administração Interna, haverá mudanças na estrutura do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) que poderão ter como consequência o afastamento da directora em funções. Mas não será para um cargo em Londres, numa espécie de prémio de carreira que chegou a ser noticiado.