Angola

"Morre-se de fome em Luanda. A pobreza está galopante"

Adalberto Costa Júnior, líder da UNITA, principal partido da oposição em Angola, denuncia a situação de grave crise económica e social.

Depois de cinco anos de recessão seguida, três deles com o novo Presidente João Lourenço que, ao suceder a José Eduardo dos Santos, trouxe uma ideia de mudança e de esperança que, agora, parecem desajustadas, tal a dimensão da crise económica e social. A fome, que era algo familiar no resto do país, é agora uma constante na capital, Luanda, onde as pessoas procuram nos caixotes do lixo qualquer coisa para comer.

Leia aqui a entrevista completa com Adalberto Costa Júnior.

Sugerir correcção