EUA mais longe da UE no esforço orçamental de combate à crise

Novo pacote de medidas reforça liderança dos EUA no impacto orçamental imediato sentido no combate à crise. Europa evita escaladas do défice mais severas no curto prazo apostando numa estratégia em que a concessão de empréstimos supera a entrega de dinheiro a fundo perdido

Foto
Reuters/KEVIN LAMARQUE

Com a nova injecção de 900 mil milhões de dólares aprovada esta terça-feira, os Estados Unidos podem destacar-se ainda mais como um dos países em que o esforço orçamental directo no combate à crise é mais elevado, acima daquilo que acontece, por exemplo, nos países da União Europeia.