Governo aprova hoje novos apoios para 250 mil trabalhadores

Conselho de Ministros avalia Apoio à Retoma por mais seis meses, sem corte de salário, incluindo sócios-gerentes. Há ainda novo apoio para microempresas, a fundo perdido.

Foto
Paulo Pimenta

O Governo deverá aprovar hoje o prolongamento do mecanismo de Apoio à Retoma Progressiva até 30 de Junho de 2021, com garantia de salário a 100% aos trabalhadores abrangidos. Vai também levar a Conselho de Ministros um novo apoio às microempresas, que se desdobra num pagamento a fundo perdido de dois salários mínimos nacionais por trabalhador e três meses de dispensa parcial da Taxa Social Única (TSU). No pacote de medidas que vai ser analisado na reunião de ministros cabem ainda o apoio aos sócios-gerentes e novas regras para a formação profissional, com adiantamento de 85% das verbas e a possibilidade de alterar o calendário dessa formação. Tudo somado, serão pelo menos 250 mil trabalhadores abrangidos pelas novas medidas, se todas forem aprovadas.