Ventura diz-se alvo da comunicação social e afirma que PS é “um esgoto a céu aberto”

Candidato do Chega esteve em Santarém a inaugurar sede de campanha distrital e discursou num coreto para cerca de 200 pessoas. Não poupou nos ataques ao PS, Costa, Marcelo e Ana Gomes.

presidenciais-2021,chega,andre-ventura,eleicoes-presidenciais,extremadireita,politica,
Fotogaleria
presidenciais-2021,chega,andre-ventura,eleicoes-presidenciais,extremadireita,politica,
Fotogaleria
presidenciais-2021,chega,andre-ventura,eleicoes-presidenciais,extremadireita,politica,
Fotogaleria
presidenciais-2021,chega,andre-ventura,eleicoes-presidenciais,extremadireita,politica,
Fotogaleria
presidenciais-2021,chega,andre-ventura,eleicoes-presidenciais,extremadireita,politica,
Fotogaleria
presidenciais-2021,chega,andre-ventura,eleicoes-presidenciais,extremadireita,politica,
Fotogaleria
presidenciais-2021,chega,andre-ventura,eleicoes-presidenciais,extremadireita,politica,
Fotogaleria

Depois da emissão da segunda de quatro reportagens da SIC sobre os meandros do Chega, André Ventura vitimizou-se nesta quarta-feira por os elementos do partido serem apresentados como “bandidos” e contra-atacou afirmando que “era preciso ver a cave do PS, porque não seria uma cave: seria um esgoto a céu aberto. E a comunicação social tem medo de ir ver, mas era isso que era preciso ir ver e enfrentar… Mas mais vale falar do André Ventura e do Chega.”