Líder republicano no Senado dos EUA não afasta condenação de Trump

Ao contrário do que aconteceu no primeiro processo de destituição do Presidente Trump, há 13 meses, Mitch McConnell diz que está disposto a ouvir os argumentos do Partido Democrata. Condenação pode resultar na proibição de uma recandidatura em 2024.

Foto
Mitch McConnell com Donald Trump, em Novembro de 2019 Reuters/Yuri Gripas

Num corte com Donald Trump que era impensável até há pouco mais de uma semana, o líder do Partido Republicano no Senado dos EUA, Mitch McConnell, admitiu vir a condenar o Presidente norte-americano no julgamento do seu segundo processo de destituição.