Trump e a liberdade de expressão

Como é por demais evidente, estamos a assistir a uma gigantesca batalha sobre a dimensão da liberdade de expressão em tempos de redes sociais.

Ninguém terá muitas dúvidas que Donald Trump é um bandido. Como ninguém terá muitas dúvidas que este Presidente norte-americano revelou uma ausência de pudor, princípios e escrúpulos dificilmente imagináveis num Presidente de um Estado democrático. No que se refere às intervenções públicas de Donald Trump, pré e pós-eleições presidenciais, também me parece que muito pouca gente terá dúvidas que a sua estratégia de pôr em causa a legitimidade e a validade das eleições não tinha qualquer fundamento real. Fora um único caso e numa questão lateral, cerca de 60 decisões de tribunais – proferidas por juízes nomeados ou não por Trump – arrasaram as pretensões e as alegações, quanto às alegadas fraudes eleitorais, do Nightmare Team liderado Rudy Giuliani.