Três receitas da Tia Cátia com água da torneira

A EPAL lança um livro de receitas numa parceria com a cozinheira Cátia Goarmon com o objectivo de promover a sustentabilidade ambiental, economia circular e uso de produtos locais e sazonais.

Foto

A EPAL lançou um livro de receitas com Cátia Goarmon, mais conhecida por Tia Cátia, que tem a particularidade de todas as receitas serem feitas com água da torneira, numa aposta na sustentabilidade ambiental, refere a companhia das águas lisboeta em comunicado à imprensa.

Chama-se A Irresistível Água da Torneira à Mesa com... e Cátia Goarmon é a primeira cozinheira a aderir a esta colectânea de receitas, 24 ao todo, que visa promover a sustentabilidade ambiental, a economia circular e a utilização de produtos sazonais e locais. O livro incorpora o conceito de reutilização da água na confecção das refeições, outra ideia é cozinhar sem desperdício, aproveitando e reaproveitando a água e os alimentos.

Foto

Canja Cremosa de Galinha

Ingredientes:

1,5 lt de água da torneira
2 cebolas cortadas em quartos
1 dente de alho
½ curgete descascada e cortada em quartos
½ galinha do campo cortada em pedaços e com miúdos
1 colher de sopa de amido de milho
100 g de massa pevide
2 ovos cozidos e picados
Sal q.b.
Hortelã q.b.

Preparação:

1. Coloque, num tacho, as cebolas, o alho, a curgete, a galinha com os miúdos, a água da torneira e tempere com sal. Deixe cozinhar por uma hora. Quando a galinha estiver cozida, retire-a do caldo, descarte os ossos e a pele, desfie a carne e reserve.

2. Com a ajuda de uma varinha mágica, triture o caldo com a cebola, o alho, a curgete e os miúdos. Dilua o amido de milho num pouco de caldo e acrescente ao preparado, triturando mais um pouco.

3. Junte agora a massa, a galinha desfiada e deixe cozinhar por 15 minutos, tendo o cuidado de ir mexendo de vez em quando. Sirva a canja cremosa com o ovo cozido picado e uma folha de hortelã.

Dica: Para ter um caldo de galinha caseiro e poder utilizá-lo noutros cozinhados, coza a galinha com um pouco mais de água da torneira e, na altura de triturar o caldo, retire uma parte do mesmo e reserve-o no frigorífico ou no congelador em doses individuais.

Foto

Açorda de Camarão

Ingredientes:

1,5 lt de água da torneira
800 g de camarão 20/30
1 cebola cortada em quartos
1 pão com pelo menos 1 dia e preferencialmente redondo (aproximadamente 1kg)
5 dentes de alho picados
½ malagueta vermelha picada*
2 tomates maduros picados, sem pele e sem sementes
3 ovos inteiros
Sal q.b.
Azeite q.b.
Pimenta q.b.
Salsa q.b.

* caso não aprecie comida muito picante, pode retirar as sementes

Preparação:

1. Coloque um tacho ao lume com a água da torneira. Quando levantar fervura, adicione os camarões, a cebola e 1 colher de café de sal marinho. Deixe cozer durante 2 minutos. Retire os camarões do caldo, descasque-os e reserve. Leve as cabeças e as cascas a ferver, na água onde cozeram os camarões, durante mais 10 minutos. Depois, coe o caldo e pressione as cabeças e as cascas de forma a libertarem todos os sucos. Reserve o caldo.

2. Abra o topo do pão e com cuidado remova todo o miolo do interior. Regue o interior da côdea do pão com azeite e leve ao forno a 180ºC, por 15 minutos.

3. Corte agora o miolo do pão em pedaços pequenos. Coloque num tacho o azeite, o alho, a malagueta e o tomate e deixe refogar. Adicione o miolo do pão e frite-o. De seguida, comece a regar o miolo do pão frito com o caldo da cozedura do camarão, que deve estar a ferver, até conseguir obter a consistência desejada.

4. Retire do lume e junte à açorda o camarão e os ovos inteiros, envolvendo bem. Adicione a salsa picada e rectifique os temperos e envolva uma vez mais. Retire o pão do forno e preencha-o com a açorda, decore com um raminho de salsa e sirva de imediato.

Dica: Se substituir o camarão por salmão, a sua açorda ficará igualmente deliciosa!

Foto

Arroz doce com gengibre e erva-príncipe

Ingredientes:
200 ml de água da torneira
Gengibre fresco
1 bolbo de erva-príncipe
800 ml de leite
100 g de arroz carolino
1 pitada de sal
6 gemas de ovo
80 g de açúcar
Canela em pó q.b.

Preparação:

1. Com uma colher, raspe a casca do gengibre e corte cerca de 3 cm da raiz em rodelas. De seguida, corte um bolbo de erva-príncipe. Coloque estes dois ingredientes num tacho e verta 200 ml de água da torneira e 200 ml de leite, e, por fim, o arroz carolino. Tempere com uma pitada de sal e deixe cozer durante 10 minutos, com o tacho tapado.

2. No final, retire a erva-príncipe e o gengibre e acrescente 400 ml de leite e envolva.

3. De seguida, e com a ajuda de uma vara de arames, bata as gemas de ovo com os restantes 200 ml de leite. Adicione depois ao tacho e deixe cozinhar, em lume baixo, até engrossar, tendo o cuidado de mexer sempre. No final, adicione o açúcar e deixe-o dissolver.

4. Retire o arroz doce do lume e distribua-o por taças. Depois de arrefecer, polvilhe com canela em pó antes de servir.

Dica: O gengibre e a erva-príncipe darão ao arroz doce um paladar mais exótico, mas para uma receita mais tradicional, poderá substituir estes dois ingredientes por casca de limão e um pau de canela.