Este Bugatti pode valer quase 8 milhões de euros. Vai a leilão em Londres

O leilão da londrina Bonhams propõe um raro Bugatti Type 57S, encontrado numa garagem inglesa e em óptimo estado. Mas não faltam mais jóias, entre Aston Martin ou Ferrari.

leiloes,automoveis,fugas,motores,
Fotogaleria
Bugatti Type 57S de 1937
leiloes,automoveis,fugas,motores,
Fotogaleria
Bugatti Type 57S de 1937
leiloes,automoveis,fugas,motores,
Fotogaleria
Bugatti Type 57S de 1937
leiloes,automoveis,fugas,motores,
Fotogaleria
Bugatti Type 57S de 1937
,Bonhams
Fotogaleria
Aston Martin DB4GT Coupé 1960
,Carro
Fotogaleria
Ferrari 275 GTS 1965

“Lendas da Estrada” é o título de um leilão da londrina Bonhams que, a 19 de Fevereiro, vai colocar três viaturas milionárias à disposição: um raro Bugatti Type 57S de 1937, avaliado entre 5,5 e 7,8 milhões de euros; um Aston Martin DB4GT Coupé, de 1960, entre 1,6 e 2 milhões de euros; e um Ferrari 275 GTS, de 1965, trabalhado pela Pininfarina, cujo valor oscila entre 780 mil e um milhão de euros. E é muito possível que o somatório se faça pelos patamares superiores ou até que os ultrapasse.

No caso do Bugatti Type 57S, trata-se de um exemplar raro, até pelo seu impressionante estado de conservação. O hipercarro, com motor de 8 cilindros em linha e 3,3 litros, foi encontrado na garagem do seu falecido proprietário, o engenheiro e entusiasta de automóveis Bill Turnbull, no condado inglês de Staffordshire, que comprou o automóvel em 1969 e se dedicou, até à sua morte, ao seu restauro.

A variante S, letra que representa “surbaissé” (de suspensão rebaixada), pesava 950 quilos e saíram da linha da Bugatti apenas 43 unidades deste modelo​. De série, os carros apresentavam uma potência de 175cv.

Mas há muito a sublinhar neste carro, que justifica o valor pelo qual vai ser leiloado, como o facto de o chassis do carro ser reciclado de um bólide de corridas: o Bugatti Type 57G, construído para a prova de velocidade do GP francês de 1936 e do qual foram apenas produzidas três unidades. “Não é apenas um Type 57S em falta, é um dos chassis em falta que eram muito importantes na altura”, explicou um porta-voz da casa de leilões à CNN.