EUA: os apoiantes da mãe das teorias da conspiração ficaram órfãos

Os seguidores de QAnon esperavam que o dia da tomada de posse fosse o derrube de uma teia diabólica e que Trump salvasse os “patriotas”.

Foto
Nos comícios de Trump era frequente encontrar-se apoiantes da teoria da conspiração QAnon Leah Millis / Reuters

Milhares de norte-americanos aguardavam com ansiedade a chegada do dia da tomada de posse de Joe Biden, mas por razões muito diferentes das dos apoiantes do novo Presidente. Para os seguidores da teoria da conspiração conhecida como QAnon, este era uma espécie de dia do “julgamento final” para os adversários dos Estados Unidos e a redenção dos verdadeiros patriotas. Mas tudo correu bem e o desapontamento percorreu os fóruns onde “Q” é seguido como um profeta.