Vem aí o pântano?

Se é verdade que o actual governo é fraco, não é menos verdade que a oposição é fraquíssima. Na noite das próximas autárquicas, talvez o maior partido da oposição se veja atolado num “pântano”.

Este é ano de eleições autárquicas e, por todo o lado, vai crescendo a azáfama política. É boa altura para trazer à liça questões como a regionalização e a descentralização, num país fortemente centralizado, cuja população está polarizada em duas áreas metropolitanas, uma – a de Lisboa – bem maior do que a outra.

Sugerir correcção
Ler 11 comentários