União Europeia não consegue consenso sobre o que fazer com a vacina da AstraZeneca

Autoridades de saúde portuguesas não esclareceram se vacinação dos 200 mil docentes e não docentes marcada para este fim-de-semana se vai manter nos mesmos moldes. Em Portugal continental já foram administradas 413 mil doses desta vacina.

Foto
michael ciaglo/Getty Images

Enquanto vários países decidiam suspender a administração da vacina da AstraZeneca abaixo de determinadas idades, e quando faltam dois dias para a maior operação de vacinação em massa com este fármaco em Portugal (200 mil docentes e não docentes), as autoridades de saúde nacionais não esclareceram o que tencionam fazer, depois de a Agência Europeia de Medicamentos (EMA, na sigla em inglês) ter concluído que os casos de trombose com redução acentuada do número de plaquetas verificados em pessoas que tomaram este fármaco devem ser considerados efeitos secundários raros desta vacina. Ainda assim, a EMA sublinhou que os benefícios do seu uso ultrapassam os riscos.