The Disciple: um filme que absorve o mundo

Chaitanya Tamhane, cineasta de Bombaim, fala-nos da afinidade entre cinema e magia e de como levar o espectador a viajar pelo interior dos planos, experimentando uma ideia flexível de tempo. Não é teoria. Está aí The Disciple, a mais bela coisa neste momento.

Foto
Zoo Entertainment

A constatação, algo piedosa, de que um filme é longo mas passa depressa, não cabe aqui. Tendo duas horas de duração, The Disciple coloca-nos como participantes de um movimento maior.

Sugerir correcção
Ler 4 comentários